Cioeste participa de conferência global sobre práticas para limitar emissão de gases de efeito estufa

Global NDC Conference 2017, Berlin

Entre os dias 2 e 6 de maio, a equipe do Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo) esteve em Berlim, na Alemanha, para participar da Conferência Global NDC 2017.

O evento teve como finalidade promover o compartilhamento de práticas – entre 250 representantes de agências-chave de fomento e desenvolvimento internacionais e de governos (centrais e subnacionais), de cerca de 60 países – relacionadas à implantação das Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs, na sigla em inglês) e ao desenvolvimento de estratégias para limitar as emissões de gases de efeito estufa, tanto globalmente quanto nacionalmente.

A fim de abordar o tema integração subnacional, a equipe do consórcio participou de uma das sessões de “breakout” do evento, junto a representantes internacionais de outras associações públicas, como o Congope (Consórcio de Governos Autônomos Provinciais do Equador) e a Salga (Associação Governo Local Sul-Africano).

O debate apontou a necessidade de coordenação entre governos nacionais e subnacionais para que investimentos públicos sejam bem-sucedidos, destacando que governança multinível e colaboração intersetorial são fundamentais para a ordenação de estratégias eficientes para baixar as emissões de gases de efeito estufa.

Os participantes da sessão tiveram a oportunidade de compartilhar as suas experiências e ideias particulares quanto à construção de uma política climática e um caminho de ação para colocá-la em prática. Eles puderam apresentar também os conhecimentos práticos que possuem quanto a coordenação de uma governança multinível.

NDCs

As Contribuições Nacionalmente Determinadas são compromissos e contribuições voluntários assumidos por cada país a fim de que reduzam as suas emissões de gases de efeito estufa. As NDCs foram as bases do acordo negociado em Paris durante a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2015, a COP 21.

Desta forma, o encontro em Berlim permitiu a troca de expertise entre os participantes a respeito da governança integrada como esforço para contornar as mudanças climáticas, assim como a abordagem de questões ligadas a financiamento e transparência. Além disso, o evento teve como objetivo também possibilitar uma integração ou apoio entre iniciativas com a mesma finalidade e a interação de gestores públicos com representes do setor privado, capazes de apresentar outros caminhos possíveis para a implantação das NDCs.

Um dos patrocinadores do encontro, o LEDS GP reuniu ainda campeões no desenvolvimento de práticas de baixa emissão e profissionais de setores governamentais diversos para dividirem os conhecimentos que adquiriram.

A Conferência Global NDC 2017 foi recepcionada pelo Governo Federal da Alemanha, no Ministério Alemão do Meio Ambiente.