Carapicuíba, Cotia e Santana de Parnaíba realizam campanha sobre o “Janeiro Roxo”

janeiro roxo

Com o intuito de conscientizar e alertar a população sobre a Hanseníase, a sociedade Brasileira de Dermatologia em conjunto com Ministério da Saúde, promovem todos os anos, o Janeiro Roxo. Com o Dia Mundial de Combate e Prevenção da doença fixado no último domingo do mês, algumas cidades da região oeste não ficaram de fora, Carapicuíba, Cotia e Santana de Parnaíba estão realizando campanhas sobre a conscientização.

A hanseníase é considerada uma das doenças mais antigas da humanidade, e mesmo assim, seus sintomas, sua propagação e seu tratamento ainda trazem dúvidas as pessoas. Essa enfermidade também conhecida como Lepra, é causada por uma bactéria chamada bacilo Mycobacterium leprae, e seus sintomas podem levar até 20 anos para serem detectados.

Dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde, mostram que o Brasil está em segundo lugar do ranking mundial de países que apresentam novos casos da doença, com cerca de 25 mil casos por ano, sendo superado apenas pela índia. Assim, o Janeiro Roxo busca melhorar o controle da Hanseníase por intermédio da disseminação de informações para a população, alertando sua gravidade, e que seu diagnóstico e tratamento precoce podem evitar deficiências físicas que a bactéria pode causar.

Campanhas

A prefeitura de Carapicuíba em parceria com a Secretaria da Saúde, lançou a campanha “A Melhor Prevenção é a Informação”, e por meio de palestras nas unidades de saúde e pedágios na Estação Centro, buscam levar informação a todos os moradores do município, confira abaixo a programação completa nas unidades:

Em Santana de Parnaíba, agentes comunitários estão passando de casa em casa nos bairros de Cururuquara, Jaguari, Pq. Santana, São Pedro e Colinas da Anhanguera buscando casos, e identificando por meio de entrevistas. As respostas dos questionários serão avaliadas por uma equipe técnica, e em casos suspeitos, os pacientes serão encaminhados para um dermatologista. Já no município de Cotia, a prefeitura implantou nas Unidades Básicas de Saúde (UBS`s), equipes ativas buscando e orientando sobre as causas, os sintomas e o tratamento da doença. Fique alerta, hanseníase tem cura!

Sem categoria