Visite o maior templo budista da América Latina, localizado em Cotia

O maior templo budista da América Latina está situado em Cotia, um dos municípios que integra o Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo). Ocupando um terreno de 150 mil metros quadrados, o Templo Zu Lai é um destino cuja visitação é válida mesmo para quem não é adepto do budismo.

Com uma vasta área verde, o espaço proporciona uma imersão na cultura budista, despertando a atenção por sua bela arquitetura, assim como pelas diversas esculturas que apresenta. O templo é como um refúgio zen, cercado por natureza, ideal para nos desligarmos de preocupações e relaxarmos.

templo 5

Os ambientes de meditação presentes no templo remetem à estética dos palácios chineses, sendo que o destaque da sala principal é uma escultura de Buda feita de jade. Ligado ao Monastério Fo Guang Shan, o espaço tem como finalidade divulgar o budismo por meio de educação, cultura, filantropia e purificação espiritual.

Ao longo da visita, é possível se deparar com pessoas que estão hospedadas temporariamente no local por conta de retiros de meditação. Os visitantes também podem atirar moedas em uma fonte dos desejos, acender incensos para seus antepassados, assim como escrever pedidos em papéis e pendurá-los em árvores.

Geralmente, a sala de cerimônia principal conta com a presença de voluntários, que abordam com os visitantes alguns dos princípios da cultura budista, assim como as boas práticas incentivadas no interior do templo.

templo 3

A visita tem entrada e estacionamento gratuitos e é ótima para ser realizada em família. Jardins com estátuas de monges, cinerário, livraria, loja – com artigos ligados à cultura budista -, cafeteria e restaurante vegetariano fazem parte do passeio. O restaurante é aberto ao público somentes aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 14h30.

Além disso, diversas atividades culturais e religiosas são realizadas no templo, como cursos, palestras e retiros. A programação está disponível no site do espaço.

História

O venerável mestre budista Hsing Yün, reconhecido pela trabalho humanitário que desenvolve mundialmente, esteve no Brasil em 1992, para participar de uma cerimônia religiosa. Na ocasião, um discípulo perguntou sobre a possibilidade de ele deixar um monge de sua comitiva no país, que pudesse continuar transmitindo os seus ensinamentos.

Templo Zu Lai em Cotia
Templo Zu Lai em Cotia

Após a monja Jue Cheng – que recebeu posteriormente o nome de Mestra Sinceridade – se dispor a ficar, o discípulo que fez o pedido ao mestre Hsing Yün doou uma casa, em um sítio, para a realização dos trabalhos. O espaço, então, passou a receber cerimônias, cultos e ritos.

Em 1996, com um número de seguidores superior a 100, o espaço precisou ser ampliado. Uma reforma foi realizada, mas, como o local ainda não tinha condições para abrigar seguidores, foi decidida a construção de um templo maior.

Para inteirar os arquitetos brasileiros envolvidos no projeto a respeito da arquitetura de um templo, a Mestra Sinceridade levou uma equipe à China, a fim de apresentar os templos da Dinastia Tang.

Três anos depois, houve o lançamento da pedra fundamental do Templo Zu Lai. Contudo, as telhas e o parapeito do local precisavam ser importados da China, pois não havia quem realizasse este trabalho no Brasil. Desta forma, os recursos não foram suficientes para que a obra tivesse início, e a inauguração do espaço foi adiada para outubro de 2003.

Templo Zu Lai

Estrada Fernando Nobre, 1461.

(Acesso pelo Km 28,5 da Rodovia Raposo Tavares)

CEP 06705-490. Cotia – São Paulo – Brasil

Horário de funcionamento

Terça à sexta-feira: das 12h às 17h.

Sábados, domingos e feriados: das 9h às 17h.

Cerimônias dominicais às 10h.

Workshop do Cioeste discute criação de índice de vulnerabilidade às mudanças climáticas para municípios

Nesta quarta-feira (8/02), o Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo) realiza um workshop para discutir a implementação de um índice de vulnerabilidade às mudanças climáticas para os municípios que compõem o consórcio.

O evento apresentará o andamento do projeto, que está em fase de concepção, levantando um debate a respeito de possíveis medidas de adaptação para que seu Plano de Ação seja executado.

Uma avaliação será realizada no início do encontro para abordar a maneira como as ações devem ser priorizadas, levando em consideração alguns critérios para a sua execução, como os benefícios sociais e ambientais que trariam para os municípios, os custos que acarretariam e a possibilidade de que fossem replicadas em outras regiões do país.

Workshop debate medidas preventivas às mudanças climáticas nos municípios do Cioeste.
Workshop debate medidas preventivas às mudanças climáticas nos municípios do Cioeste.

Discutir as mudanças climáticas é imprescindível e urgente neste momento, em que presenciamos o aumento da temperatura média global. Dados da Organização Meteorológica Mundial divulgados em novembro de 2016 indicam que as mudanças climáticas aumentaram a frequência de fenômenos meteorológicos extremos, como secas e ondas de calor, entre 2011 e 2015.

Sendo assim, a partir de projeções climáticas realizadas em âmbito regional, por exemplo, ações de adaptação podem ser adotadas para diminuir a vulnerabilidade dos sistemas naturais e humanos diante de possíveis mudanças do clima. E é aí que está a importância da iniciativa do Cioeste de debater este assunto.

Realizado em parceria com o Banco de Desenvolvimento Econômico da América Latina (CAF) e a partir da consultoria do Factor CO2 – uma organização global que já atuou em mais de 40 países, oferecendo respaldo profissional em relação à questão das mudanças climáticas –, o workshop acontecerá em Barueri e contará com a realização de uma dinâmica que irá dividir os participantes em grupos. O objetivo é proporcionar o relacionamento e a troca de informações entre instituições e pessoas das secretarias municipais convidadas, que têm as suas áreas de atuação relacionadas ao tema do encontro.

Cada grupo terá um mediador e um porta-voz, que serão úteis para facilitar a condução do debate e apresentar as conclusões levantadas por meio da articulação de ideias das equipes formadas. O trabalho em grupo terá uma hora e meia de duração e será conduzido pelo Factor CO2.

Participantes

O workshop realizado pelo Cioeste contará com representantes políticos e técnicos do consórcio – que atuam em Secretarias como as de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Saúde, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Recursos Naturais e do Ambiente –, além de representação da Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S.A), da Secretaria Estadual do Meio Ambiente de São Paulo, da Defesa Civil do Estado, do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais).

IMG-20170309-WA0013
Workshop debate medidas preventivas às mudanças climáticas nos municípios do Cioeste.

Experiência em Múrcia

Em 2015, o Factor CO2 deu início a um projeto no município de Múrcia, na Espanha, para analisar projeções climáticas para a cidade e avaliar a vulnerabilidade da região a possíveis mudanças no clima.

Com base em dados meteorológicos de Múrcia nas diferentes estações do ano, projeções climáticas específicas para a região vêm sendo desenvolvidas. A ideia é que a interpretação das informações obtidas permita uma análise de risco para o clima no município.

Os dados possibilitam a identificação dos setores-chave na cidade que poderiam propiciar a ocorrência de mudanças climáticas. Desta forma, para uma melhor adoção de medidas preventivas, os resultados obtidos para cada um destes setores serão posteriormente contrastados com diferentes áreas, em várias sessões de trabalho no município.

Cioeste recebe convite para compor comitê diretivo do LEDS LAC

Rede internacional promove estratégias de desenvolvimento sustentável. Foto: Reprodução/Flickr.

 

O Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo) foi contemplado com o convite para fazer parte do comitê diretivo do LEDS LAC, rede internacional de organizações multilaterais, governos e agências que trabalham na promoção de estratégias de desenvolvimento econômico e social com baixas emissões de gases de efeito estufa na América Latina e no Caribe.

Espaço de encontro para representantes de governos, agências de cooperação, organizações não-governamentais, universidades e setores privados, o LEDS LAC facilita o avanço destas estratégias de diferentes formas, programas, projetos e cooperações.

Alguns exemplos são a abertura de oportunidades de coordenação, colaboração e sinergia entre redes; o desenvolvimento e reforço de métodos de promoção de capacitação, intercâmbios internacionais e a sistematização e disseminação de informações, ferramentas e recursos para que as estratégias de baixa emissão de gases de efeito estufa sejam implementadas enquanto planejamento e gestão publica.

Deste modo, o LEDS LAC articula diversas equipes de países, institutos técnicos e organizações internacionais para agregar valor a iniciativas ligadas a estratégias de desenvolvimento, com a utilização de abordagens técnicas e recursos inovadores.

Além da adesão recente do Cioeste, o comitê diretivo da rede é formado por órgãos como o Banco Mundial, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNDP), a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (ECLAC) e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

O convite direcionado ao Cioeste tornou o consórcio intermunicipal a primeira representação municipal (e subnacional) a compor o comitê diretivo do LEDS LAC, o que por si já representa reconhecimento inédito e um modelo inédito de governança publica.

Acompanhe o trabalho da rede!

Confira o desempenho de participantes da Campus Party 2017 no game #StrikeAedes

Para espalhar a iniciativa e engajar os participantes da Campus Party 2017 a adotarem o conhecimento como ferramenta de combate ao mosquito Aedes aegypti, a campanha #StrikeAedes realizou uma série de ações no evento, como o #DesafioStrikeAedes.

A equipe da campanha convidou os “campuseiros” a testarem os seus conhecimentos gerais e, claro, tudo o que sabiam sobre o Aedes aegypti e as doenças transmitidas pelo inseto, por meio do game #StrikeAedes.

Com mais de mil perguntas, o jogo consiste em um super quiz que aborda diversos assuntos. Por exemplo: você sabe quem foi o primeiro presidente do Brasil? As perguntas do game nem sempre estão relacionadas ao Aedes aegypti e às doenças transmitidas pelo inseto. Neste jogo, você responde a questões sobre história, geografia, saúde, TV, cinema, futebol e uma série de outros temas.

Confira no vídeo abaixo como os participantes da Campus Party se saíram na pergunta sobre o primeiro presidente brasileiro.

Mas vamos a uma questão sobre o Aedes aegypti: você sabe quantos ovos a fêmea do mosquito é capaz de botar em um dia? Esta foi outra pergunta que a equipe da campanha #StrikeAedes fez aos participantes da Campus Party. Veja a reação dos campuseiros que aceitaram o desafio.

Baixe você também o game #StrikeAedes e e divirta participando do quiz com familiares e amigos. Você ainda pode ganhar prêmios caso se destaque em nosso ranking semanal e resida em um dos municípios que integram o Cioeste – Osasco, Barueri, Itapevi, Cotia, Jandira, Carapicuíba, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

O download do game pode ser realizado pelo Google Play ou pela App Store.

Moradores de Barueri explicam segredo para se destacar no game #StrikeAedes

O game #StrikeAedes está não só difundindo informações sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti de forma divertida, mas também formando uma série de campeões, ou seja, jogadores que testam a fundo seus conhecimentos gerais e se destacam semanalmente neste super quiz.

Para estarem no ranking do jogo, eles precisam acertar questões sobre cinema, séries de TV, música, futebol, ciência, história, geografia e muitos outros temas. As perguntas que valem mais pontos, contudo, são as relacionadas ao Aedes aegypti e às doenças que transmite.

Campeão 4 vezes no game #StrikeAedes, o morador de Barueri Marcelo Alves duvida que batam sua pontuação no ranking do jogo. Mas, mesmo assim, deixa o desafio. Confira o depoimento do jogador, que já foi premiado com 4 pares de ingressos da Rede Cinemark para levar a família ao cinema.

Também campeão várias vezes no game, o morador de Barueri José Agostinho figurou entre os primeiros colocados nos rankings das Rodadas 5, 6, 7, 8, 9 e 10. Ele conheceu o jogo por meio do podcast da Rede Geek e, à nossa equipe, revelou o segredo para já ter se destacado tantas vezes na brincadeira.

“Cara, o segredo é: se você errar, aprende com seu erro, porque você vai conseguir ganhar bastante ponto”, disparou o bicampeão.

Por conta do excelente desempenho que vem apresentando no quiz, José Agostinho garantiu 6 pares de ingressos da Rede Cinemark, para ver seus filmes favoritos no cinema.

Aos outros jogadores do game, o morador de Barueri faz um desafio. “Baixa agora o jogo, eu desafio você a ganhar de mim no #StrikeAedes. Meu prêmio está aqui”, disse enquanto exibia os ingressos merecidamente ganhados.

Baixe o quiz #StrikeAedes pelo Google Play ou pela App Store e entre neste jogo agora mesmo. Você pode ser nosso próximo campeão e ganhar prêmios, como Marcelo Alves e José Agostinho, caso resida nos municípios de Osasco, Barueri, Cotia, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Santana de Parnaíba ou Pirapora do Bom Jesus.

Confira o depoimento do bicampeão.

Campanha #StrikeAedes realiza ações em escolas de Santana de Parnaíba

Na última sexta-feira (17/02), a nossa equipe foi até o município de Santana de Parnaíba para apresentar a campanha #StrikeAedes e o game play educativo que faz parte da iniciativa a estudantes dos colégios municipais Alba de Melo Bonilha e Benedita Odette de Morais Savóia.

16649423_1843583362578457_7292481350162283189_n

Para estimular os alunos a combaterem o mosquito Aedes aegypti e as doenças transmitidas pelo inseto, o nosso “mosquitão” também foi às escolas e fez a alegria da garotada. Os alunos ainda foram convidados a entrar na brincadeira e jogar #StrikeAedes, este super quiz com mais de mil perguntas relacionadas a conhecimentos gerais e ao Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, zika e chikungunya. Os estudantes tiveram a oportunidade de adquirir novos conhecimentos enquanto se divertiam.

16649150_1519323561434418_8472205132823443814_n

Além disso, aqueles que aceitaram o convite de nossa equipe para participar do game e acertaram as respostas das questões do quiz ainda ganharam prêmios, como camisetas, ingressos para irem ao cinema e – algo que toda criança gosta – doces.

instagram

Os estudantes não só adoraram a brincadeira, como mostraram que estão afiados no combate ao mosquito Aedes aegypti. Gabriela, aluna do Colégio Municipal Benedita Odette de Morais Savóia, achou o jogo interessante por falar sobre a dengue e ensinar a se prevenir contra as doenças causadas pelo Aedes aegypti.

“Gostei das perguntas, da criatividade, do mosquito [em tamanho real]”, confessou a estudante. Para Gabriela, o game ensina sobre a importância de “não deixar água parada, virar as [aberturas de] garrafas, tirar todas as folhas do telhado e também tirar a água dos pratinhos de plantas”.

Screenshot_2017-02-20-15-38-20

“Mosquitão” pela cidade

O “mosquitão” do #StrikeAedes foi também a outros pontos de Santana de Parnaíba, como na prefeitura e no centro histórico da cidade, onde aproveitou para procurar possíveis focos de infestação do Aedes aegypti, que devem ser combatidos. Confira, abaixo, mais imagens da visita de nossa equipe ao município paulista.

16649422_1519326854767422_6549665506821292981_n

20170217_163517

20170217_163519

16807723_1519323801434394_4075356505151121592_n

16832274_1519325561434218_5734633471210664673_n

Professora de Barueri quer levar jogo da campanha #StrikeAedes para sala de aula

Ouvinte e amante de podcasts, a moradora de Barueri Denise Baptista ficou sabendo da campanha e do game #StrikeAedes por meio do Ultrageek – podcast da Rede Geek – e não hesitou em baixar o jogo, principalmente por morar em um dos municípios que é foco da iniciativa.

Foi quando a diversão começou e ela, que é professora na rede municipal de Barueri, tornou-se bicampeã no quiz, atingindo 170 pontos na Rodada 3 e 320 pontos na Rodada 5. “Meu filho e eu passamos um agradável tempo jogando e competindo entre nós e com os outros jogadores”, contou a vencedora à equipe do #StrikeAedes.

Antes mesmo de se destacar no game e ser premiada duas vezes com pares de ingressos para a Rede Cinemark, Denise começou a considerar utilizar o jogo como ferramenta de aprendizado na escola onde leciona. A finalidade seria desafiar os seus alunos, de forma a promover interação e conhecimento – já que o game aborda temas como história, geografia, saúde e cultura -, além de disseminar o combate ao mosquito Aedes aegypti.

“Estou considerando seriamente incluir isso entre os meus projetos anuais e estabelecer uns pontos nas médias dos alunos de acordo com o envolvimento e avanço deles no jogo. Acredito que minha escola apoiará essa proposta e isso pode ajudar na divulgação da causa”, disse a professora.

Jogo em família

Toda a família de Denise entrou no jogo, cada membro respondendo às questões relacionadas a temas com que tinha mais afinidade. “Quando era mais para ciência, o papai [do filho da professora] participava; quando eram perguntas sobre jogos, ele [o filho] sabia; e outras de conhecimentos gerais, eu. Todo mundo jogava”, compartilhou a moradora de Barueri.

Por fim, Denise lançou um desafio para todos jogarem #StrikeAedes e combaterem o mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, zika e chikungunya.

Aceite agora mesmo este desafio, divirta-se competindo com amigos e familiares e ainda concorra a prêmios, caso more nos municípios de Osasco, Barueri, Itapevi, Cotia, Jandira, Carapicuíba, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus. O jogo pode ser baixado pelo Google Play e pela Apple Store.

Confira, abaixo, o depoimento da campeã.

Veja como foram as ações da campanha #StrikeAedes na Campus Party

A proposta da campanha #StrikeAedes de incentivar o combate ao mosquito Aedes aegypti por meio do conhecimento, utilizando a tecnologia e o poder de engajamento das mídias digitais para isso, foi o que levou a inciativa à Campus Party 2017.

20170202_211121 (1)

E o evento não poderia estar mais alinhado a este tipo de propósito, já que, além de reunir interessados em cultura nerd e assuntos afins, também divulga iniciativas e pessoas que estejam gerando impacto social positivo a partir da tecnologia.

Para engajar os participantes da Campus de forma divertida no game e na campanha #StrikeAedes, levamos ao Pavilhão de Exposições do Anhembi – onde aconteceu o evento – um mosquito em tamanho real, que atraiu diversos “campuseiros” e, de forma muito divertida, conscientizou a todos sobre o quão importante é combatermos o Aedes aegypti e as doenças transmitidas pelo inseto, como dengue, zika e chikungunya.

20170202_205716

Além disso, na última quinta-feira (2/02), a nossa equipe realizou um workshop em um dos espaços para atividades e conferências da Campus Party 2017.

Não só explicamos ao público o que é a campanha #StrikeAedes e qual o objetivo desta iniciativa durante o workshop, como também criamos um desafio e convidamos a plateia para participar do game. Toda a atividade foi transmitida ao vivo por meio da fan page da campanha no Facebook – você ainda pode assistir.

workshop

Convidamos ainda três campeões do jogo para participar da atividade: Calista Jubilee, representando o município de Osasco; José Agostinho Junior, que mora em Barueri; e Thiago Cruz, jogador de Pirapora do Bom Jesus.

Os nossos vitoriosos tiveram um ótimo desempenho na brincadeira e mostraram por que se destacaram – e continuam se destacando – no ranking do game. Veja mais imagens das ações da campanha na Campus Party e baixe #StrikeAedes pelo Google Play ou pela App Store.

Campanha #StrikeAedes foi destaque no Catraca Livre

Realizada pelo Cioeste, a campanha #StrikeAedes foi lançada em novembro de 2016 com a finalidade de estimular o engajamento dos jovens no combate ao mosquito Aedes aegypti, especialmente nas cidades que integram o consórcio intermunicipal.

Para isso, a campanha lançou um game para smartphones, que consiste em um quiz educativo com mais de mil perguntas sobre história, geografia, ciências, saúde e questões relacionadas ao mosquito Aedes aegypti e às doenças transmitidas pelo inseto. A iniciativa de criar o game e premiar semanalmente os jogadores – moradores dos municípios do Cioeste – que mais pontuam na brincadeira foi divulgada pelo Catraca Livre.

catraca livre

 

O portal Ao Quadrado, do Catraca Livre, explicou que a campanha premia os jogadores mais bem ranqueados no jogo com ingressos para cinema e que o aplicativo do game está disponível para Android e iOS.

Confira a matéria completa e baixe agora mesmo o game #StrikeAedes. Você pode desafiar os amigos e se divertir enquanto aprende a combater o Aedes aegypti.

Matéria – Catraca Livre

 

 

 

Portal da Band aborda campanha #StrikeAedes em matéria

O Portal da Band fez uma matéria em que destaca a campanha #StrikeAedes, realizada pelo Cioeste. A publicação explica que o objetivo da iniciativa é envolver jovens em idade escolar no combate ao mosquito Aedes aegypti, além de apresentar o game lançado pela campanha, que consiste em um quiz cultural com questões relacionadas tanto a conhecimentos gerais quanto à luta contra o inseto.

band

A matéria ainda pontuou que a iniciativa do Cioeste acontece em um momento em que o país vive epidemias das três doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue, zika e chikungunya). Contudo, acentuou que as ações de combate ao inseto têm potencial para reduzir a incidência das doenças por meio da disseminação de informações.

Leia a matéria na íntegra e baixe o game #StrikeAedes a partir do Google Play ou da App Store. Além de combater o Aedes aegypti, você ainda pode ganhar prêmios caso se destaque no ranking do jogo.

Matéria – Portal da Band