3 de maio de 2017

Campanha #StrikeAedes chega ao fim, mas jogo continua disponível

Após cinco meses de ações contínuas para despertar o engajamento de adolescentes e jovens quanto ao combate contra o mosquito Aedes aegypti – transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e, em áreas urbanas, febre amarela -, a campanha #StrikeAedes chegou ao fim. Mas, não se preocupe, pois no final do ano ela estará de volta. Afinal, é no verão que a proliferação do mosquito costuma ser mais intensa e as campanhas de conscientização, ainda mais necessárias.

Uma iniciativa do Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo), a campanha vem sendo realizada desde o fim do mês de novembro de 2016. Seu carro-chefe é um game educativo para smartphones, que consiste em um quiz com mais de mil perguntas, abordando as mais diversas áreas do conhecimento, com atenção especial para o enfrentamento ao Aedes aegypti. Desta forma, as perguntas contemplam métodos de prevenção contra o inseto, as características das doenças que transmite, o modo como se reproduz e os perigos de sua proliferação.

A cada semana, aqueles que se destacavam no ranking do game eram contemplados com prêmios especiais, desde que residissem nos municípios que integram o Cioeste (Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba). O desafio apresentado pelo jogo e, claro, a premiação despertaram uma competição saudável entre os jogadores, sendo que todas as cidades do consórcio tiveram seus ganhadores: adultos e jovens de todos os gêneros e classes sociais.

Rodadas ao vivo do game, em que, ao responder a questões do quiz, aqueles que apresentavam um bom desempenho ganhavam prêmios – como camisetas e ingressos de cinema –tornaram-se uma constante ao longo da campanha, durante visitas de nossa equipe a escolas e ONGs nos municípios do Cioeste. Isso porque professores que entraram em contato com o jogo acharam a iniciativa interessante e apresentaram a brincadeira para seus alunos e escolas.

A campanha – que chegou a alcançar mais de 300 mil pessoas a partir das mídias sociais – terá agora uma pausa, o que significa que não haverá mais premiações àqueles que se destacarem no game ou ações para divulgação da iniciativa. Contudo, o jogo continuará disponível para download – tanto no Google Play quanto na App Store – e todos os interessados podem baixá-lo e se divertir enquanto testam os seus conhecimentos gerais.

Agradecemos pela participação de todos os jogadores. Continuem jogando e não deixem de acompanhar as redes sociais da campanha #StrikeAedes, pois em breve ela estará de volta, mais divertida e com vários prêmios!

Presidente do Cioeste fala sobre governança metropolitana no EMDS

O presidente do Cioeste, Elvis Leonardo Cezar, participou de um debate sobre consórcios públicos em regiões metropolitanas na última terça-feira (25/04), em uma das mesas do IV EMDS (Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável), evento bienal que reúne prefeitos, representantes do governo federal e gestores públicos de todo o país.

Proporcionando um ambiente para trocas de experiências, o encontro enriquece a discussão acerca de políticas públicas que tenham como foco o desenvolvimento local sustentável.

A finalidade da mesa foi discutir o modo como tem se sucedido o funcionamento dos consórcios públicos, abordando os programas e ações de interesse comum que eles viabilizam, as estratégias de governança que têm adotado, quais são seus modelos de financiamento e a busca destas associações por institucionalização.

Na terceira mesa organizada para tratar do tema, a ideia foi debater o valor agregado por um consórcio público à governança das regiões metropolitanas, levando em consideração a sua dinâmica. A mesa contou com moderação da coordenadora executiva do OCPF (Observatório dos Consórcios Públicos e do Federalismo), Marcela Cherubine.

Elvis Cezar – que, além de presidente do Cioeste, é prefeito do município de Santana de Parnaíba e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo – ilustrou o debate com o exemplo do Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo).

O governante apontou uma das ações do consórcio, a compra de medicamentos conjunta para todos os municípios que o integram, que culminou em uma economia de 40% em relação ao valor pago se as prefeituras comprassem os remédios separadamente, para ilustrar os benefícios dos consórcios públicos. Ele falou ainda sobre o crescimento do Cioeste na região Oeste de São Paulo.

A professora Diana Mota, que foi também uma das debatedoras da mesa, endossou as vantagens dos consórcios públicos para as regiões metropolitanas, ressaltando o quão oportuna é a governança metropolitana interfederativa, isto é, o compartilhamento da administração pública entre os municípios.

EMDS

A quarta edição do EMDS foi realizada em Brasília, entre os dias 24 e 28 de abril. Diante da situação fiscal delicada dos municípios brasileiros, os debates apresentados no evento têm girado em torno do tema central “Reinventar o financiamento e a governança das cidades”.

As discussões foram norteadas por alguns eixos temáticos. Entre eles estão: repactuação federativa, consorciamento e desenvolvimento regional; serviços e políticas públicas como direitos da cidadania; agenda urbana global e mudanças climáticas; e incentivo à economia local, empreendedorismo, emprego e renda.

Cioeste firma parceria com a Área Metropolitana de Barcelona

No último dia 21 de abril, o Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo) firmou um acordo de cooperação inédito com a AMB (Área Metropolitana de Barcelona), para trocas de experiências em vistas a buscar o aperfeiçoamento da governança metropolitana, assim como compartilhamento de expertise em relação a projetos e programas das duas regiões.

A Área Metropolitana de Barcelona, conhecida também como Grande Barcelona, é uma entidade territorial administrada sob o princípio de municipalidade metropolitana. Formada por Barcelona e 35 municípios adjacentes ao redor da cidade, apresenta uma população de 3.239.337 habitantes, de acordo com dados do Idescat (Instituto de Estatística da Catalunha) de 2014.

O presidente do Cioeste, Elvis Leonardo Cezar, assinou o acordo junto ao vice-presidente da AMB. Durante a consolidação da parceria, Elvis afirmou que, em visita à Barcelona, a equipe do Cioeste teve a oportunidade de conhecer experiências avançadas em toda a região metropolitana da cidade e reforçou que o objetivo do acordo é possibilitar uma troca de experiências entre as iniciativas do Cioeste na região Oeste de São Paulo e a AMB.

“Vamos tentar fornecer alguma expertise da nossa região metropolitana, do nosso consórcio, da região metropolitana Oeste, fazendo esse acordo em que as regiões metropolitanas e o consórcio terão reciprocidade de cooperação, de conhecimento, de tecnologia, enfim, de tudo que possa melhorar a qualidade de vida do nosso povo”, afirmou o presidente do Cioeste.

A atuação da AMB é focada em três âmbitos: ordenação do território, urbanismo e infraestruturas de interesse metropolitano. Nestas frentes, a Área Metropolitana de Barcelona está envolvida em uma série de planos e projetos. Exemplos são seu papel na formulação e aprovação inicial e provisória dos programas de atuação urbanística plurimunicipais, assim como a cooperação e assistência técnica que oferece aos municípios em termos de planejamento, programas de ação, projetos e obras e disciplina urbanística.