29 de abril de 2022

Cioeste realiza evento de Turismo em Carapicuíba

Encontro  faz parte de série de 14 eventos para divulgar a Expo Turismo 2022 – I Feira de Turismo de Negócios da Região Oeste da Grande São Paulo

Na quinta-feira,  28/04, a Faculdade Estácio de Carapicuíba foi sede do primeiro evento de Turismo do CiOeste, realizado pelo do Grupo de Trabalho (GT) que atua na entidade, responsável por demandar assuntos do setor, juntamente ao GT da Região Turística (RT) Negócios & Cultura. O evento teve coordenação do secretário de Turismo e Cultura de Carapicuíba,  Evaldo Almeida, que também comanda o GT.

A ação, que a partir de agora terá caráter mensal, fará circuito nos 14 municípios representados nos dois GTs – as 12 cidades que integram o CiOeste (Araçariguama, Barueri, Carapicuíba, Cajamar, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Santana de Parnaíba São Roque e Vargem Grande Paulista), além de Caieiras e Francisco Morato, que se unem por meio da RT. Trata-se da primeira reunião de mobilização para divulgar a Expo Turismo 2022 – I Feira de Turismo de Negócios da Região Oeste da Grande São Paulo, que acontecerá no mês de setembro, em Osasco.

Intitulado “O Turismo Regional para o Desenvolvimento Econômico e Cultural” o evento contou com abertura feita pelo Secretário Geral do CiOeste, ex-prefeito de Osasco Jorge Lapas, apresentação cultural das Rendeiras de Aldeia de Carapicuíba e palestras do presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Osasco, Alphaville e Região (SinHoRes) e do secretário Evaldo Almeida, tendo, no encerramento, uma mesa de debates com microfones abertos a perguntas. Coordenou a cerimônia o diretor de projetos do CiOEste, Carlos Abrão.

Lapas falou sobre o papel do CiOeste. “Procuramos acompanhar as demandas dos municípios e ajudar a transforma-las em políticas públicas. Já tivemos êxito em áreas como a Educação e Segurança, e recentemente obtivemos a conquista do início  das obras de acesso da Rodovia Castello Branco em Osasco”, disse.

Na mostra das “Rendeiras da Aldeia”, as integrantes rendaram entoando cantos de trabalho, de suas terras natais, como Bahia, Pernambuco, Minas Gerais e Paraná. São mulheres que vieram para São Paulo em busca de melhores oportunidades e trouxeram consigo suas aptidões e uma bagagem cultural, sendo tudo especialmente bem aproveitado dentro do projeto.

Em sua palestra, Edson Pinto, presidente do SinHoRes falou sobre os prejuízos do com a pandemia. “Os setores de alimentação e de hospedagem foram muito atingidos, mas foi ainda pior para o setor de eventos, que está retomando de forma efetiva só agora”, resumiu. Segundo o especialista, as pastas de gestão pública voltadas ao Turismo são deixadas em segundo plano, em decorrência das escolhas que os governantes têm que fazer. “Mas esta é uma visão equivocada, porque o Turismo não faz parte dos problemas das cidades, mas sim é a solução para diversos problemas. Dados da Organização Mundial do Turismo mostram que cada centavo investido no setor volta multiplicado por 4 aos cofres públicos”.

Edson explicou que o Turismo não é uma simples atividade, mas sim uma dimensão econômica. “São 26 tipos diferentes de turismo que impactam 52 segmentos da economia, tendo como principal ativo o capital humano”, disse. “Segundo o Centro de Inteligência Turística da Secretaria de Turismo e Viagens, apenas o Estado de São Paulo recebe cerca de 40 milhões de turistas “Destes, 35% vêm de outros estados e 65% são paulistas dentro do próprio estado”, disse, sugerindo que este padrão de turismo local pode ser também uma realidade na região.

Em sua fala, Evaldo apresentou os integrantes do GT de Turismo do Cioeste presentes, que se reúne mensalmente no Consórcio para pensar coletivamente o setor. “Nossa região tem um potencial gigantesco para avançarmos no Turismo, temos um leque de oportunidades e as pessoas precisam saber disso, este evento tem esta função”, disse, citando a criação de rotas regionais que está em estudo pelo GT, para privilegiar várias cidades da região em um único roteiro turístico.

Evaldo lembrou também a força da região com relação à presença de grandes empresas de tecnologia, o que cria o turismo de Tecnologia, por isso a Feira de Turismo que será realizada em setembro, contará com uma Arena Tecnológica, com empresas que oferecerão uma série de serviços e atrações 4.0.

Também estiveram no evento a vice-prefeita de Carapicuíba, Gilmara Gonçalves, o reitor da Estácio Carapicuíba, empresários, vereadores, autoridades do setor público, membros da segurança pública, entre outros. Participou da conferência o secretário de Turismo, Desenvolvimento Econômico, Esporte e Lazer de São Roque, Luiz A. Lisa Júnior , que integrou a mesa de debates.