Prefeituras que fazem parte do Cioeste reforçam combate ao Aedes aegypti


Os municípios que fazem parte do Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo) estão intensificando as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

Durante encontro organizado pelo Cioeste no início do mês, prefeitos explicaram como aconteceu o início das ações em seus mandatos. Em Itapevi, o prefeito Igor Soares (PTN) afirmou que a campanha teve seu pontapé inicial marcado por uma caminhada com a participação de todo o secretariado, além da presença de cerca de 400 moradores do município. Segundo Soares, o número de agentes de saúde dobraria durante a campanha – passaria de 30 para 60 – e uma novidade seria o uso de drones para ajudar na busca aérea de potenciais criadouros do Aedes aegypti.

Já em Osasco, o prefeito Rogério Lins (PTN) disse ter acompanhado recentemente uma equipe de 100 profissionais, como agentes de saúde e da Zoonoses, que percorreram residências do Jardim Santa Maria, a fim de eliminar criadouros do inseto.

Por sua vez, para incentivar o combate ao mosquito entre os jovens, o Cioeste lançou a campanha #StrikeAedes, que levou o enfrentamento ao Aedes aegypti para os meios digitais, a partir de um jogo online com registro de fotos, que pode ser baixado pelo Google Play e pela App Store. Os jogadores que mais pontuarem no game a cada semana podem ganhar prêmios caso residam nos municípios de Santana de Parnaíba, Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Pirapora de Bom Jesus e Osasco.

Comments are disabled.