loading

gamificação

Campanha do Cioeste contra mosquito Aedes atinge milhares de pessoas e concorre em premiação

Com a finalidade de estimular o engajamento de adolescentes e jovens no combate ao mosquito Aedes aegypti, o Cioeste desenvolveu a campanha #StrikeAedes – realizada entre os meses de dezembro de 2016 e abril de 2017 – a partir de uma estratégia de gamificação, que consiste na utilização de dinâmicas de jogos para estimular o aprendizado e motivar atitudes fora do contexto dos games.

Bem sucedida, a iniciativa alcançou quase 500 mil pessoas a partir de seus canais digitais, além de ser difundida também por meio de ações in loco, como visitas a escolas municipais e ONGs dos municípios que integram o Cioeste. Por seu alcance e relevância socioambiental, a campanha foi inscrita na premiação “Momentum For Change 2017“, cujas inscrições foram abertas pela secretaria das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas no mês de janeiro. A honraria reconhece atividades e projetos inovadores do mundo inteiro, que sejam exemplos replicáveis sobre o que as pessoas estão fazendo para lidar com as mudanças climáticas.

A iniciativa do Cioeste concorre na categoria “Saúde Planetária”, dado que apresenta uma possibilidade de solução de baixo custo – voltada à conscientização da população – para um problema que atinge diversos países subdesenvolvidos: doenças tropicais transmitidas por vetores como o Aedes aegypti.

O Painel Consultivo da premiação “Momentum For Change” irá selecionar os projetos vencedores neste mês. Contudo, o anúncio público dos selecionados acontece apenas em setembro.

Em seguida, no mês de novembro, os vitoriosos serão celebrados durante uma série de eventos especiais, na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a ser realizada na cidade de Bonn, na Alemanha.

A possibilidade de estar entre os inscritos que concorrem à premiação ilustra o potencial de aplicação, em diferentes cidades e regiões, do modelo desenvolvido para a campanha do Cioeste.

#StrikeAedes

A ferramenta principal da iniciativa foi um game para smartphones e tablets, que consistia em um quiz com questões relacionadas a diferentes campos do conhecimento.

A cada resposta que acertavam, os jogadores pontuavam, sendo que as questões que valiam mais pontos eram as relacionadas ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e, em áreas urbanas, febre amarela.

Com um ranking semanal, a iniciativa premiava – com camisetas e ingressos para ir ao cinema, por exemplo – os jogadores que mais se destacavam na brincadeira ao longo da semana, desde que fossem moradores dos municípios que fazem parte do Cioeste.

Além de ser amplamente divulgada nos meios digitais, a campanha foi também difundida em escolas, instituições e na Campus Party Brasil 2017, que aconteceu na cidade de São Paulo entre os meses de janeiro e fevereiro. Como resultado, o game #StrikeAedes teve quase 2 mil downloads, e houve campeões em quase todos os municípios que integram o Cioeste (Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba).