loading

Telemedicina

Telemedicina São Paulo

Em razão da pandemia do novo Coronavírus que afeta o Brasil, o Conselho Federal de Medicina liberou, em caráter de excepcionalidade, o atendimento à distância para teleorientação e telemonitoramento de pacientes. Com isso, as pessoas podem deixar de ir até hospitais para ter orientação médica, evitando a exposição ao vírus causador da Covid-19. Segundo o governador de São Paulo, João Dória, 100 hospitais públicos do Estado irão oferecer 100 mil consultas à distância, via internet.

O protocolo de atendimento foi desenvolvido pelas equipes do Incor, com apoio do governo federal, por meio da organização Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, e do núcleo de projetos de inovação InovaIncor.

“Isso vai permitir a discussão de casos em tempo real com médicos de outros hospitais da rede: a agilidade na defesa da vida pode muitas vezes significar a diferença entre viver e não viver”, afirmou Doria. O governador afirmou ainda que as equipes médicas estarão disponíveis via conexão por videoconferência e podem, circunstancialmente, atender médicos de hospitais da rede privada, se for necessário. Os especialistas irão analisar casos complexos de Covid-19, discutindo e sugerindo alternativas de tratamento mais eficientes. 

De acordo com o governo do estado de SP, cada posto do setor de teleconsultoria poderá discutir até 80 casos clínicos de pacientes graves por dia e até dez postos poderão ser ativados, se for necessário.

 

Telemedicina Santana de Parnaíba:

A Prefeitura de Santana de Parnaíba está realizando consultas médicas online (telemedicina) para os moradores da cidade. A medida foi anunciada no dia 20/03 pelo prefeito Elvis Cezar em pronunciamento nas redes sociais. A ideia é evitar aglomerações e conter o contágio do novo coronavírus (Covid-19).

“Se esta experiência der certo, vamos levar a telemedicina para todas as cidades da Região Oeste por meio do Cioeste”, disse o gestor, sem dar detalhes de como isso funcionará. 

No dia 19/03, o Conselho Federal de Medicina anunciou a liberação da telemedicina no Brasil, em caráter excepcional, enquanto durarem os esforços de combate ao contágio do Covid-19. 

 

Telemedicina Cajamar:

A Secretaria Municipal de Saúde preparou uma equipe multidisciplinar com profissionais capacitados de diversas áreas e está atendendo a população diariamente por meio de um canal de Teleatendimento. O Tele Saúde está disponível de segunda a segunda, das 8h às 17h.

O serviço foi criado no início do mês de abril e tem como finalidade impedir aglomerações em Unidades de Saúde durante este período de pandemia. Através dessa central, a população poderá esclarecer dúvidas sobre o novo coronavírus, realizar o agendamento das vacinas contra Influenza (H1N1), dúvidas sobre a vacinas de rotina, além de obter informações sobre encaminhamentos de consultas e receitas médicas.

A equipe é composta por fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, médicos, assistentes sociais, enfermeiros fonoaudiólogos e cirurgião dentista, todos capacitados e orientados para auxiliar a população e oferecer o direcionamento necessário, de acordo com a necessidade de cada um.

Os números para contato são:

TeleSaúde:
4447-1233 / 4446-6330
99465-4332 (atendimento e WhatsApp)
Ou ligue 150 – serviço gratuito que encaminha a ligação direto para a central do município.

 

*Importante: Se o seu município não conta com a telemedicina, acesse o MISSÃO COVID e confira todas as instruções sobre transmissão, prevenção, sintomas e tratamento.

https://missaocovid.com.br/#home